Anexo:História Do Barcelona Sporting Club

A história do Barcelona Sporting Clube passa, a partir do ano de 1925, ano em que foi desenvolvido (fundação de facto) por vários adolescentes fãs de futebol, até o presente. Barcelona é um dos clubes mais antigos do futebol equatoriano, seus fundadores foram um grupo de catalães e guayaquenhos definidos no bairro do Estaleiro.

o Seu nome “Barcelona” veio da muito obrigado para com a socorro de missões espanholas a comunidade equatoriana naquela data, e também fãs de abundantes de seus membros fundadores pro original fc Barcelona, de Espanha. Atualmente, a equipe trabalha pela Série a do Campeonato Equatoriano de Futebol ordenado pela Federação Equatoriana de Futebol. Desde 1987, conta com estádio próprio, o Monumental Isidro Romero Carbo.

Barcelona, em sua história, ganhou 5 títulos do campeonato guayaquileño, e 15 torneios nacionais; além disso, disputou duas finais de Copa Libertadores da América. 9.Cinco Copa Libertadores da américa de 1998: Com a Testa no Alto. O Barcelona Sporting Club foi fundado em 1 de maio de 1925 por um grupo de adolescentes catalães e guayaquenhos fãs de futebol no bairro do Estaleiro da cidade de Guayaquil. Paulo Pelaéz, Valentim Sala, João Domenecht, Gago Peré, além de outros mais, alguns dos quais elaboraravam um grupo chamado gallada do Modelo, por causa uma faculdade nesse nome. A assembléia de sócios fundadores elegeu como primeiro presidente, Carlos Garcia Rios, além de designar como presidente honorário o catalão Onofre Castells, e a Eutimio Pérez como o treinador.

A primeira roupa que usou o clube foi clássica da data com a camisa preta com o pescoço e calção branco. O um de junho de 1925, foi realizada a afiliação do objeto à Federação Esportiva do Guayas. Para que os em torno de 240 sócios contribuíram com 50 sucres por qualquer um para poder marcar ao clube.

  1. Pão de Pinllo
  2. Conselheiro do Judiciário do Distrito Federal
  3. 22:Cinquenta e cinco Vez sem demora de falar do aborto. Ana Pastor pergunta a Paulo Casado
  4. Representar o Estado e dirigir a administração geral do povo

No mês de agosto, o Barcelona teve o teu primeiro jogo de forma oficial em frente ao C. S. Em 1926 tornou-se um dos 10 clubes participantes da Série a do futebol amador, promovido juntamente com o campeão da B, C. S. Ayacucho e o time derrotado no jogo importante a Liberdade.

Os 10 times ficaram compostos da seguinte forma: Guayaquil Sport Club, Sport Club América do Norte, Racing Club de Guayaquil, sociedade Esportiva palmeiras, Sport Club Fortaleza, Clube Sport Geral Córdova, Sporting Packard, Clube Sport Ayacucho e Club Sport Liberdade. Em 1931, a equipe prontamente tinha bastante maturidade e teve uma ótimo atuação na qual foi jogar na primeira vez fora de sua cidade, jogando também com roupas de ouro e púrpura.

Jogou pela primeira vez em Quito, numa turnê de vitórias onde conseguiu 3 vitórias, um empate e 0 derrotas. Em 1932, ante o nome de Associação Guayaquil, viajou para Quito, a competir em futebol, natação e patins. Obtêm numerosos triunfos, entretanto o regresso são sancionadas pela Federação Esportiva do Guayas, por este tempo era irreglamentaria fazer turnês sem a permissão do ente provincial, além disso, que não tinham boas relações com a Concentração Esportiva de Pichincha. Barcelona fica com o seu material desmontado, pois a maioria de seus jogadores se vão defender a outros objetos, mantendo-se fiéis à moeda, Edmundo, bruno silva, Luís Guerreiro e Manuel Murillo Moya.

A turnê durou dois meses e tubo como resultados doze vitórias no futebol, 2 derrotas no basquete, dois derrotas em patins, cinco vitórias no beisebol e um sucesso pela natação e saltos ornamentais. Barcelona não jogou em 1933 e perde a categoria.

A chegada dos “cadetes” marcou um antes e um depois na existência do clube. Desde 1947, os ex-panamitos se uniram a Sigifredo Chuchuca, Juan Benítez, José Jiménez, Manuel Nivela, Montalván e Marlon Armijos e formaram o que estava destinado a ser a superior emoção popular no futebol do Equador: o Barcelona S. C. Este novo equipamento foi o que impediu o Emelec poderoso dos jogadores argentinos colocando somente a jogadores crioulos.