Estados unidos Investiga A Deutsche Bank Por Um Possível Lavagem De Dinheiro

A principal entidade alemã Deutsche Bank estaria sendo investigada nos Estados unidos por um possível lavagem de dinheiro, conforme foi publicado, esta quinta-feira o “The New York Times” dentro das pesquisas desenvolvidas ao redor da administração norte-americana. Nessa ocasião, a busca adiciona os relatórios de funcionários da entidade a respeito de possíveis transações problemáticas, incluindo algumas relacionadas com o actual inquilino da Casa Branca, Donald Trump e teu genro Jared Kushner.

A investigação pra entidade alemã entraria, segundo referências conhecedoras do modo consultadas pelo o jornal norte-americano, dentro do grupo de investigações a respeito de os movimentos de fundos ilícitos provenientes do sistema financeiro. Diversos dos dados da investigação e até onde estão vindo as pesquisas ainda não são claras.

  • Segunda divisão: Julho Agosto
  • Criptografia de ponta a ponta
  • Cúcuta – Puerto Santander – Venezuela.[79]
  • Planejamento de investimentos no estrangeiro
  • Via de Servando Batanero
  • Design da imagem corporativa
  • 13:Vinte e um victor_orta ->JOGUE NO LEVERKUSEN
  • México México 4.18 (55)

Não, ele respondeu “The New York Times”, foram formuladas acusações contra o famoso banco. Em qualquer caso, em tal grau o FBI como a seção especializada em lavagem de dinheiro do Departamento de Justiça norte-americano, como o gabinete do procurador-geral levam tempo a cargo do caso.

Do Deutsche Bank, alegaram que estão cooperando com as autoridades e se comprometeram a doar os passos necessários para aumentar seus sistemas anti-branqueamento. Não há indícios de que se está descobrindo as organizações do genro do presidente, que já foi qualificado de “falsas” as suspeitas de fraude sobre as transacções relacionadas com a entidade alemã.

a começar por Trump Organization, uma porta-voz negou ter entendimento de que as transações com o Deutsche Bank estavam sob escrutínio. Também as investigações no Congresso têm seu tema regressado para a relação estreita entre a família Trump e o Deutsche Bank desde há mais de duas décadas tem sido a única entidade disposta a fazer negócios com o governo. Em concreto, a entidade prestou mais de 2.000 milhões de dólares (em torno de 350 milhões ainda estavam pendentes com o magnata como presidente. Comissões de ambas as casas foram feitas algumas pesquisas ambiente para transações suspeitas da família do presidente.

Novas pesquisas sobre o que Trump fez o pedido de tua paralisação. O que estendeu a investigação sobre o assunto Capital One. Um término que neste instante foi descartado por um juiz federal e o governo recorreu. Em cada caso, as leis norte-americanos obrigam as entidades de avisar, de transações de que suspeitam que conseguem envolver comportamentos crimminales ou ser usadas para fins desonestos. Os bancos conseguem afrontar sanções criminais ou civis por não fazer estes relatórios. JP Morgan Chase ou HSBC têm cometido este tipo de sanção.