Unidade De Disco Rígido

Em informática, a unidade de disco rígido ou unidade de disco rigoroso (em inglês: hard disk drive, HDD) é um mecanismo de armazenamento de fatos que usa um sistema de gravação magnética pra armazenar e recuperar arquivos digitais. É composto de um ou mais pratos ou discos rigorosos, revestidos com instrumento magnético e unidos por um mesmo eixo que gira a extenso velocidade, dentro de uma caixa metálica selada.

Sobre cada prato, e em cada uma de suas faces, situa-se um cabeçote de leitura/escrita que flutua sobre isto uma fina lâmina de ar gerada pela rotação dos discos. Permite o acesso aleatório aos dados, o que significa que os blocos de dados que podem ser armazenados ou recuperados em cada ordem, e não apenas de forma sequencial. As unidades de disco rígido são um tipo de memória não volátil, que mantém os detalhes armazenados mesmo quando estão desligados.

Os discos enérgicos têm mantido a tua posição dominante, graças aos constantes aumentos pela densidade de gravação, que se manteve a par das tuas necessidades de armazenamento secundário. Melhorados continuamente os discos rígidos têm mantido essa localização pela era moderna dos servidores e pcs pessoais. Mais de 224 organizações têm feito unidades de disco rígido historicamente, ainda que após uma extensa consolidação da indústria, a maioria das unidades são fabricadas pela Seagate, Toshiba e Western Digital.

Os discos exigentes dominam o volume de armazenamento produzido (exabytes por ano) pra servidores. As receitas por SSD, a maioria dos quais utilizados NAND, excedem ligeiramente os HDD. Embora os SSD têm um custo por bit quase dez vezes maior, estão substituindo os discos exigentes em aplicações onde a velocidade, o consumo de energia, o tamanho pequeno e a durabilidade são significativas.

Os tamanhos também têm variado muito, desde os primeiros discos IBM até os formatos padronizados atualmente: 3,cinco polegadas dos modelos para Pc e servidores, e 2,5 polegadas, os modelos pra dispositivos portáteis. Todos se comunicam com o pc por meio do controlador de disco, utilizando uma interface padronizada. Os mais comuns até os anos dois mil foram IDE (também chamado de ATA ou PERNA), SCSI/SAS (normalmente usado em servidores e estações de serviço).

  1. Peixinhos de cores são os seus beijos-
  2. 5 Outros usos
  3. 2009: Por afeto a você (participação especial)
  4. dois Como motivarle pra que faça exercício físico
  5. 1 Exemplos de marcados fraudulentos
  6. 178 (discussão) 01:Vinte e cinco 18 abr 2017 (UTC)
  7. quatro Expressão dos resultados

Desde 2000 em diante foi masificándose o exercício de SATA. Existe, ademais, os discos de canal de fibra (FC), empregados exclusivamente em servidores. As unidades externas se ligam principalmente por USB. Para poder usar um disco exigente, um sistema operacional tem que pôr um modelo de nível pequeno, que defina uma ou mais partições.

A operação de formatação requer o exercício de uma fração do espaço acessível pela unidade de disco, que depende do sistema de arquivos ou em formato empregado. 1024 MiB) e em outros, como 500 GB. Inicialmente, os discos enérgicos eram amovíveis, todavia, na atualidade tipicamente vêm todos selados (à exceção de um poço de ventilação pra filtrar e igualar a pressão do ar).